26 dezembro, 2014

Charlie Spencer Chaplin - Entre todos, o primeiro....


25/12/1977 Nos deixa, aos 88 anos, enquanto dormia em sua Mansão em Corsier-sur-Vevey, Suíça,  o Genial CHARLIE SPENCER CHAPLIN.
Nascido num subúrbio de Londres, CHARLIE CHAPLIN, o Pai de CARLITOS, o Genial e Doce vagabundo. O Pai de CHAPLIN recebera este nome em Memória do Pintor Acadêmico Franco-Inglês CHARLES CHAPLIN (1825/1891) que seria seu distante parente. Era um Cômico dotado de Bela Voz de Barítono. A Mãe, Hannah Hill era uma Cantora e Atriz de opereta. Seu Pai deixou de ser contratado e tornou-se alcoólatra. Partiu aos 37 anos. A Mãe perdeu a Voz e teve de renunciar a carreira. Devido as falhas de sua Mãe, na idade de 5 anos, CHAPLIN apareceu pela 1a. vez num Palco.
Por causa da miséria, Hannah, CHAPLIN e seu irmão Sidney passaram momentos dolorosos. Com a Mãe doente, Vivendo apenas de minguados ganhos com a costura, eles foram recolhidos no asilo de pobres de Lamberth. Aos 6 anos, CHAPLIN e o irmão foram separados da Mãe para irem Estudar. Começou a Trabalhar muito Jovem como vendedor de Jornais, Tipógrafo, fabricante de Brinquedos, soprador de vidro, recepcionista de médico, etc. Aos 17 anos, seu irmão o levou para falar com Fred Karno, que Sidney Trabalhava. Aos 19 anos, CHAPLIN já era um nome Famoso do "Vaudeville" Teatro Musical/Cômico Londrino, contratado por Fred Karno.
Realizou Mais de 80 Filmes em sua Carreira. Os Mais Lembrados: CARLITOS, O REPORTER (14); O IMIGRANTE (17); VIDA DE CACHORRO (18); O GAROTO (21); EM BUSCA DO OURO (25); O CIRCO (28); LUZES DA CIDADE (31); TEMPOS MODERNOS (36); O GRANDE DITADOR (38); MONSIEUR VERDOUX (47); LUZES DA RIBALTA (52); UM REI EM NOVA YORK (57) e A CONDESSA DE HONG KONG (66).
Em 1972, não Mais em Atividade, a Academia Cinematográfica para se redimis do Grande pecado de não reconhece-lo, enquanto ele Atuava e Dirigia seus Filmes, e os EUA por não ter entendido e ter  perseguido tanto CHAPLIN; entregou a ele um Oscar pelo conjunto de toda a sua Obra: "A junta de Diretora da Academia de Artes e Ciência Cinematográficas, pelo presente, concede o Prêmio Especial de Honra a CHARLIE CHAPLIN, cujo o Gênio transformou uma Indústria em Arte". Na entrega, o público Aplaudiu CHAPLIN de pé, Calorosamente. O "velho" CARLITOS não agüentou e chorou.
Em 04/03/1975, Sagrou-se Sir do Império Britânico comanda máxima na Inglaterra. Foi Condecorado pela própria Rainha Elizabeth II, mas com uns 40 anos de atraso.
CHALIE SPENCER CHAPLIN CARLITOS: Cidadão do mundo, Ator, Compositor, Roteirista e Diretor. Fanático pela Perfeição, Capaz de perder semanas inteiras em busca da Melhor maneira de se Filmar alguns minutos de rolo. Repetia tanto as Cenas que quase levava seus técnicos à loucura, gastando película mais do que qualquer Diretor daquela época. Em todos seus Filmes percebe-se a mesma preocupação com os pequenos detalhes.
Por isso. CHAPLIN é o Diretor dos Diretores. O Mestre dos mestres. CHALIE SPENCER CHAPLIN CARLITOS foi um defensor da Liberdade.
Recomendo, além dos Filmes de CHAPLIN, o Filme CHAPLIN, que Conta a sua História. Baseada em seu Livro de Memórias MINHA VIDA, com o Ator.
LUZES DA RIBALTA
Vidas que se acabam a Sorrir
Luzes que se apagam nada mais
É Sonhar em vão tentar nos outros
Iludir se o que se foi
Para Nós voltará jamais
Para que chorar o que passou
Lamentar perdidas ilusões
Se o Ideal que sempre nos Acalentou
Renascerá em outros corações.
SORRIA (SMILE)
Sorria,
embora seu coração esteja magoado.
Sorria, mesmo que ele esteja machucado.
Enquanto houver nuvens no Céu.
Você continuará a Viver, se você Sorrir.
Apesar de seus temores e tristezas
Sorria, e porventura amanhã.
Você verá o Sol voltar a Brilhar por sua causa
Ilumine sua face com Felicidade. Esconda traço de tristeza
Ainda que um temor possa estar sempre tão próximo
É o tempo de você continuar tentando
Sorria, qual a vantagem do choro?
Você Sentirá que a Vida é ainda valida
Se você Sorrir....


alt 
com outro Gênio, Walt Disney, que sempre demonstrava como era Fã de Chaplin:
Mickey Mouse, with a cane, bowler and mustache, steps lively as a Chaplin-esque  Little Tramp.